Umas boas achegas para 3 semanas na Índia

De Delhi a Delhi:

O nosso percurso começou em Nova Delhi e apanhou logo um comboio para  Jaisalmer, seguiu para Jodhpur, Jaipur, Udaipur. Fez uma paragem em Agra,  e teve uma paragem em Varanasi. Apanhou um autocarro para Mcleod Ganj  e um taxi para Pathankot e seguiu a vapor para Amristar. Triste e melancólico, o nosso percurso voltou para Nova Delhi.

Quando, quando, quando, quando:

Segundo os guias, a melhor altura para visitar a Índia é entre Novembro e Fevereiro, lá é Inverno e as temperaturas são mais amenas. No entanto, os próprios indianos recomendam os meses de Outubro a Dezembro, uma espécie de Outono, para nós Verão, com temperaturas a rondar os 30º, mas sem risco de monções e enchentes de turistas.

Partida, largada, fugida:

Há várias alternativas. Nós fomos pela Tap de Lisboa até Milão e depois pela Jet Airways de Milão até Nova Delhi. Voltamos de Delhi para Bruxelas e depois para Lisboa, também pela Tap e Jet Airways. Tudo por 600,00 Euros.

Muita terra, muita terra:

Nós viajámos de comboio. A segunda classe A/C é a melhor opção. O mehor é reservar com alguma antecedência porque as viagens esgotam. Comprar  viagens durante a noite é a melhor forma de aproveitar a noite para dormir e poupar algum dinheiro.

Cama e roupa lavada:

New Delhi – Hotel Grand Godwin, a cerca de 1km da estação de comboios de Nova Delhi, apesar de pouco personalizado, é um bom “Ibis” lá do sítio. Duplos a partir de 25 euros.

Jaisalmer – Hotel Sheenath Palace, situado numa das ruelas do Forte, o hotel Shreenath palace faz sentir em casa, mesmo quando se está na Índia. Duplos a partir de 40 euros.

Esqueçam as recomendações dos guias, o Forte é o melhor sítio para se ficar em Jaisalmer.

Udaipur – Hotel Udai Kothi, ainda que não seja à beira lagos, o Udai Kothi tem todo o charme que um hotel em Udaipur não poderia deixar de ter. Duplos a partir de 60 euros.

Varanasi – Hotel Ganges View, no meio da confusão, entre ruelas e vielas, vacas, galinhas e mosquitada e onde só se chega a pé, está um hotel sem luxos, mas com a mais luxuosa vista sobre o Ganges. Com um guia turístico de primeira e um pequeno-almoço de segunda, numa gaiola que protege dos ataques dos macacos. Duplos a partir de 12 Euros.

Mcleod Ganj – Him View Hotel, situado numa das artérias principais da vila, é um hotel de tibetanos muito simpático e acolhedor. Acordar no Him View é acordar com uma assombrosa vista sobre a montanha, com um pequeno-almoço delicioso (o pão tibetano e o café foram os melhores de toda a nossa viagem). Duplos a partir de 20 euros.

Bom e barato:

Toca a levar uma mala vazia e se for preciso comprem outra. Encham a carteira com uns trocos a mais e entrem no espírito consumista. Na Índia compra-se à séria e a preços inacreditáveis. Não façam como nós e esbanjem p’raí,  sobretudo no Rajastão, porque é uma pechincha.

Em Jaisalmer comprem mochilas, carteiras e sapatos de cabedal. Em Jodhpur dediquem-se aos tecidos. Em Jaipur às bugigangas de prata. Em Udaipur comprem quadros,  quadrinhos, postais, ou então, caderninhos de papel. Deixem algum de parte para Mcleod Ganj e invistam em chaleiras, mantas, mantras, taças de som, livros de meditação, reiki e budismo, e já agora para quem é amante das edições Penguin, há Penguin Books à antiga e ao desbarato.

Palavra de ordem – bargainig.

Acompanhantes de viagem:

http://www.indianrail.gov.in/

www.cleartrip.com

www.agoda.com

http://www.makemytrip.com/

Anúncios
Com as etiquetas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Anúncios
%d bloggers like this: